top of page

Paraná entra na rota dos cruzeiros internacionais com embarque dos primeiros turistas



Paraná entra na rota dos cruzeiros internacionais com embarque dos primeiros turistas

O Litoral do Paraná se tornou oficialmente um destino dos cruzeiros internacionais. Nesta sexta-feira (1), a operadora MSC Cruzeiros inaugurou sua rota no Estado com a primeira parada do navio MSC Lirica no Porto de Paranaguá. Serão 15 escalas na temporada 2023/24, com os embarques e desembarques ocorrendo semanalmente no Porto de Paranaguá até o dia 8 de março de 2024.


Vários turistas, muitos deles internacionais, desembarcaram em Paranaguá, e outros 299 passageiros embarcaram para o seu cruzeiro no porto. Vindo da Europa, o navio já passou por outros portos da costa brasileira antes de chegar em Paranaguá. Ele segue para Itajaí, em Santa Catarina; Punta del Este, no Uruguai; e Buenos Aires, na Argentina; retornando na sequência a Paranaguá.


O secretário estadual do Turismo, Marcio Nunes, destacou que é a primeira vez na história que o Porto de Paranaguá tem uma escala permanente de navios de cruzeiros, o que vai ajudar a incrementar e economia local. “É um marco histórico para o Litoral. Somente hoje já recebemos turistas coreanos, paraguaios, argentino, chilenos, bolivianos, italianos, bósnios e muitos ainda virão”, disse.


“O Governo do Estado e a Prefeitura de Paranaguá capricharam para organizar a estrutura, para fazer com que o turista que aqui aporte tenha uma experiência excelente. Ele vai poder contar o que encontrou aqui no Paraná”, salientou Nunes. “A previsão é movimentar cerca de R$ 20 milhões, segundo as empresas que organizam os cruzeiros internacionais. Serão mais de 40 mil turistas nos próximos meses, inclusive podendo conhecer as atrações do nosso Verão Maior Paraná”.


Além das escalas com o MSC Lirica, a MSC Cruzeiros também programou uma parada do navio MSC Musica no dia 23 de dezembro. Além desses, existe a previsão de atracação de outras três companhias de cruzeiros que fazem travessias transatlânticas com navios de menor porte.


O brasileiro Hermínio Ernani Teles e a portuguesa Adélia Teles embarcaram em Barcelona, na Espanha, e desceram em Paranaguá, destino onde passaram sua lua de mel 60 anos atrás. “Para as pessoas que moram em Curitiba e outras cidades do Paraná, fica muito mais perto. É importante ter uma parada aqui porque o Brasil é grande, e o Paraná é lindo, tem que mostrar essas belezas”, disse Adélia. “É um prestígio receber um navio desse porte, e depois dele virão muitos outros”.


Natural de Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba, Elaine Duarte, de 44 anos, está fazendo o cruzeiro no navio onde o marido é tripulante. Ela mora atualmente na Itália e aproveitou a parada em Paranaguá para visitar a família depois de dois anos. “Achei maravilhoso ter essa parada. Para quem mora no Sul, para fazer um cruzeiro era preciso ir até Santos ou o Rio de Janeiro, agora vai ser excelente para todo mundo. Valoriza o turismo e a economia, com uma média 1,5 mil pessoas visitando o Litoral toda semana”, destacou.


ORGANIZAÇÃO – O Porto de Paranaguá se organizou para o roteiro dos cruzeiros internacionais com o objetivo de fomentar o turismo do Litoral. Para isso, foram realizados vários testes com navios de menor porte durante a pandemia. Após os bons resultados, o porto iniciou então um teste com um navio de grande porte, com o MSC Armonia aportando em novembro de 2022, o que permitiu implementar o sistema de maneira permanente em Paranaguá.


O processo envolveu um trabalho de integração entre a Portos do Paraná, o Governo do Estado e a Prefeitura de Paranaguá para estruturar a recepção dos turistas e tripulantes, garantindo a segurança e a melhor experiência para todos os envolvidos.


O embarque e desembarque no navio são feitos de forma remota, ou seja, um ônibus cruzará a área portuária até o complexo turístico. Esse modelo já é aplicado nas cidades de Balneário Camboriú, Ilhabela e Itajaí e pensa na segurança dos turistas e tripulantes.


Os passageiros que já estiverem no navio e quiserem descer, irão ingressar em ônibus e vans e seguirão até o complexo turístico Mega Rocio, também em Paranaguá. De lá, eles poderão escolher os pacotes e destinos para visitação no Litoral e arredores. Para retornarem ao navio, os passageiros deverão estar presentes no mesmo complexo turístico e subir no navio. Quem for embarcar no cruzeiro em Paranaguá também deverá se apresentar no complexo turístico.


O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, destacou que a cidade está pronta para a maratona dos cruzeiros. “Tivemos um ano de trabalho para organizar o porto e a cidade. Estamos muito felizes por apresentar Paranaguá para pessoas do mundo inteiro, todos os municípios do Litoral vão ganhar com isso”, arrematou.


“Além de ser os grandes movimentadores de cargas do Estado, os portos do Paraná também podem contribuir com o desenvolvimento do turismo na cidade e Estado. É o que estamos oferecendo. Muito emprego e renda serão gerados com essa movimentação. Os turistas vão circular no comércio, ampliando a geração de emprego no Litoral, principalmente em Paranaguá”, ressaltou o diretor Empresarial da Portos do Paraná, André Piolli.


Fonte: Agência Estadual de Notícias

Comments


bottom of page